Voccê conhece alguém. Admira muito. A pessoa toca o seu coração, te faz bem. Você a respeita e admira muito. Um dia alguém, em quem você acredita muito, fala mal dessa pessoa. O seu coração não sente verdade no que você ouviu, continua respeitando-a e admirando-a muito, MAS um lado seu prefere romper com ela.

Nós todos temos o coração (luz) e o medo (sombra). A cada momento podemos escolher entre eles. De qualquer forma, lá na frente, queiramos ou não, a luz não será mais uma opção, será um fato.

Quando isso acontecer você vai perceber que a pessoa que fez a fofoca (fundada ou não) à respeito de quem você admirava, estava experimentando a inveja ruim, aquela que dá o impulso de denegrir o invejado e verá também que você ainda não estava tão seguro a ponto de seguir o seu coração. Mas estando agora na luz, você aceita o seu erro como parte do seu aprendizado e pode até ajudar o maledicente a exercer a inveja saudável que é buscar a própria excelência ao invés de denegrir o invejado.