Se o seu ciúme é tamanho a ponto de transtornar a sua cabeça e nublar a sua capacidade de observação e discernimento, não esqueça nunca de que você não tem poder de mudar o outro e, mesmo se isso fosse possível, nem seria saudável. Mas você pode mudar você. Não reprimindo o seu ciúme mas TRABALHANDO DIUTURNAMENTE na recuperação da sua autoestima aceitando-se como você é. Este é o único poder saudável que você tem. Você exerce posse sobre o outro enquanto não tem a você mesmo.