Cliente diz:

Meu terapeuta virtual…depois vc me responde….pq a maioria dos homens falta com a verdade. Não pense q é intriga de feminista não. Aqui pra nós, amigo, vc não percebe isso?  A impressão q me passa é q a maioria dos homens não se aprofunda em suas emoções, daí por desconhecer-se, prefere mentir…. será?!?! Não só mentir, mas, omitir..fugir quando não quer encarar frente a frente uma mulher. uma conversa….

Arly Cravo diz:

Olha minha cara, tudo aquilo que uma mulher é capaz de fazer por um filho, um homem é capaz de fazer por sexo. É a natureza.

Cliente diz:

Entao vc tá afirmando q tudo acaba em sexo…que todas as mentiras contadas pelos homens, mesmo que não dizem respeito ao tema sexualidade, traz em si o sexo…é isso? q tem a ver com a perpetuação da espécie? safadeza…meu Deus

Arly Cravo diz:

Não, minha querida, não afirmei isso. Afirmo sim que mulher e homem querem, prioritariamente, coisas diferentes no encontro. A femea visa a cria, já o macho visa o sexo em si. Isso é a natureza que dispõe. Isso não determina que, necessariamente, tudo acabe em sexo. Esse é um detalhe que vai depender de cada “dupla”, de cada casal. Esse detalhe depende tambem da cultura das pessoas. Para a natureza o único sentido da vida é a procriação. As circunstancias em que isso vai ocorrer depende da cultura mais ou menos afetusosa e mais ou menos repressora. Sendo assim, como estamos numa cultura muito pouco afetuosa é óbvio que macho e fêmea usem de artifícios de caça para obterem o que desejam. Ela a cria, ele o sexo.

Cliente diz:

Cravo, vc acha que essa discussão tem a ver com o fato da maioria dos homens mentirem? minha pergunta inicial ? Não falo somente da mentira com relação a conquista mas como um todo!

 

Arly Cravo diz:

 

Seguinte, tentando resumir: os impulsos que envolvem a sexualidade são diferentes para mulheres e homens. O homem é para andar (nomade) em bandos de 20/30 pessoas. Todo mundo transava com todo mundo e os filhos eram de todos. Quando paramos começou a perversão, distorção da natureza. Inventamos uma cultura bem artificial…Essa civilização inventou o casamento, parceiros fixos, culpa, poder,

 

Arly Cravo diz:

 

regras para normatizar condutas artificiais. Só que a natureza, dentro das pessoas, continua a mesma. Para vivermos em sociedade temos que sufocá-la. Essa asfixia causa muitas , muitas, muitas doenças. Quando um indivíduo tem o impulso vital mais forte, se ve forçado a dar vazão a ele. Se preciso, vai mentir na tentativa de se dar bem com a sua natureza e com a civilização. Somemos a isso o fato

 

Arly Cravo diz:

 

de que pervertemos 2 vezes a nossa natureza, viramos caçadores e guerreiros. É MUUUUUITO distanciamento da natureza humana. Sendo assim, o amor, a preservação da espécie virou caso de guerra. A sociedade nem sequer considera o amor com fim em si proprio. O considera como elemento vulnerabilizador de cidadãos. Na sociedade o sujeito vira refém do amor. A mulher com a cria e o homem com o seu instinto sexual sujeito a normas. É claro que isso é um prato cheio para mentiras, na melhor das hipóteses. Pessoas matam, roubam, sequestram, se matam por amor.

 

Arly Cravo diz:

 

Essa perversão na qual estamos incluidos não reserva espaço para o amor. Teriamos que voltar ao bando de 20/30 pessoas, com sexo/afeto livre entre elas, responsabilidade e afeto de todos com todos. Nesse formato natural a mentira seria inútil e desnecessária.

 

Arly Cravo diz:

 

Os homens mentem, em geral, porque fogem do compromisso social…querem viver o sexo/afeto apenas. A mulher mente, em geral, porque quer vínculo afetivo/sexual/social pois precisa da ajuda do macho para cuidar da cria. Pra obterem isso, ambos mentem mesmo! Porque o amor não é mais amor aí, é guerra! É poder! É domínio!

 

Arly Cravo diz:

 

Quer fazer o teste pra ver se está preparada para viver o amor?

Viva o proximo relacionamento em segredo absoluto, sem social, sem morar junto, sem posse, relacionamento aberto. Assim sobra SÓ o afeto entre voces. Se houver afinidade, será lindo!!!

 

Arly Cravo diz:

 

A presença da mentira é porque estamos em guerra, em todos os aspectos, a civilização como um todo, o mundo globalizado. É isso.