Hoje, na minha caminhada diária, vi um pássaro que procurava alimento entre arbustos. Impressionante capacidade de movimentos, agilidade, rapidez, percepção aguçada do mundo que o cerca…deve ser legal ser parte da natureza! Invejável liberdade. Hoje é natal. Ele não sabe disso. Será que isso é bom? Ou mal? Será que ele sabe de Jesus? Na verdade, ninguém tem prova da existência de Jesus. A gente resolve acreditar ou não. Mas mesmo que Ele não tenha existido, só a sua mensagem já é suficientemente boa para sobreviver enquanto nós existirmos. Por exemplo: “Amai ao próximo como a ti mesmo”. Sempre que leio essa preciosidade me vem à mente um acréscimo decisivo. Então, humildemente, peço licença para escrevê-lo aqui: AMA-TE A TI MESMO, PARA DEPOIS PODERES AMAR AO PRÓXIMO. Por enquanto estamos DEStratando o próximo como DEStratamos as nós próprios. Tá faltando auto-estima porque tá faltando respeito às limitações, próprias e dos outros. Cada um é como é, e cada um, como é, tem a sua preciosa colaboração a dar à relação. Descubra o que você é para que você queira ser o que você é e não o que te fizeram acreditar que é ou o quê, por ilusão ou ambição, você gostaria de ser. Também não perca tempo tentando ser o que não é só para obter o que o social espera de você ou considera sucesso. Você pode até chegar lá. Mas o árduo custo será necessariamente lesivo à você e aos outros. Você não estará na sua excelência. Como você descobre o que você é? Fazendo o que te dá prazer. Como o pássaro que não sabe que hoje é natal. Você poderá até não “chegar lá” socialmente, mas você chegará à sua excelência pessoal. Nesse caso, o árduo custo não será lesivo nem a você e nem a outros. Eu não estou dizendo que assim você não será maltratado, humilhado, desprezado, desacatado, inferiorizado. Eu estou dizendo que você, se tiver plena convicção de que está sendo o que você é, não fará essas coisas COM você. Certamente as pessoas que não são elas próprias farão isso com você, por ignorância, por inveja, por raiva, etc.
Perceba que fica um ciclo vicioso: TODO MUNDO (GENTE) FAZ O QUE TODO MUNDO (MÍDIA) CONVENCIONA QUE É DIGNO E QUEM NÃO FAZ É INDIGNO. ISSO É INDIGNO!
Hoje é Natal. Dia do nascimento de um sujeito que ousou ser ele mesmo. Pagou com a vida, mas morreu feliz. Ainda perdoando os outros. A parte de mim que inveja a liberdade do pássaro, crucifica Jesus. A parte de mim que quer ser feliz usa-o como exemplo. Peraí…o pássaro ou Jesus? Tanto faz…