Defeitos e qualidades são nomes diferentes
para a mesma coisa: características.
Existem aquelas que são as coisas
que não aceitamos em nós mesmos.
A essas, quando as vemos no outro,
damos o nome de defeito.
E existem aquelas que são as coisas
que admiramos em nós mesmos.
A estas damos, no outro e em nós
mesmos, o nome de qualidade.

O único amor é o que acolhe todas as características
do outro e, pra isso, é indispensável
que as acolhamos antes, em nós mesmos.

Amando estamos eternamente aprendendo a
nos aceitarmos a si próprios e ao outro.